terça-feira, 9 de março de 2010

Tão longe, Tão perto.

Eu não sei sobre a distância que nos separa, pois não estudei geografia. Não me apaixonei pelas as exatas e fiz letras com o meu português. Não me recordo dos nomes dos rios, mas sei que eles correm para o mar; que sempre está de braços abertos. As estrelas não me mostram o caminho, e ao contrário do que deveria ser, perco-me entre elas, encantado. Das montanhas, só sinto a fé; e por isto, o cheiro da terra trás a esperança para perto de mim. Sou um território sem fronteiras. Habitado por estrangeiros dos planetas que inventei. Falo o idioma do sorriso. E viajo na velocidade da luz. Portanto, não me fale sobre a distância que nos separa. Estou perto...

...q u a s e c h e g a n d o.

Meu nome?
AMOR

(Não me reconhece?)

16 comentários:

Naty Araújo disse...

Ahhh acho tão doce isso...
Sabe, é muito encantador...

Falar de amor nos faz flutuar.

Sobre sua pergunta do meu texto.. Te respondi lá.
É meio complicado, sabe? rsrsrs.
Então... eu pulei uma frase na hora de digitar falando sobre ele, acho que agora vai entender.

Bjos

Nara disse...

Eu sempre ignoro a distancia. Acho que não preciso dela.

Obrigada por visitar meu blog.

Beijo,
Nara

Anthony Dostoiévski disse...

"Tão perto, não importa o quão longe..."

Muito bom esse tão do amor né?
Bjim e bom texto

Lua disse...

Acho que o amor não gosta de mim, mesmo eu sendo tão apaixonada por ele.

naodizemnadaqeunãopossadizer. disse...

Ah, o amor que nos consome...

É tão bonito isso.

Já dizem por aí, que quem inventou a distância não sabia o que era saudade.....

Gostei muito.

Ferdi disse...

Reconheço, mas gostaria de nunca ter ouvido falar de ti.

ps.: Nossa, não precisa dizer que você escreve incrivelmente bem, né? Sempre me surpreende.

' Geane Melo disse...

Nossa,vc realmente sabe como tocar as pessoas com seus escritos,amei o conceito sobre amor,lindo msm e realmente o amor,sem limites e fronteiras...ele chega a qq hr em qq lugar e o pior,n pede licença,rsrs

Beijos!!!

jefhcardoso disse...

E que lindo esse amor que vem chegando pelo encanto, sem mapa, sem bússola, sem GPS, sem medo.

Parabéns!

Abraço do http://jefhcardoso.blogspot.com

Paula Teles disse...

amei seu blog estou seguindo já *--*

Luh* disse...

A distancia não é problema, aprendi isso.
beijos

Luna Sanchez disse...

Eu também sou péssima em Geografia, mas adoro um romance! ^^

Beijos!

ℓυηα

Gisa disse...

Ahhhhhhhhh que delicia !! adoro quando fala de amor. (está chegando mesmo ?)

Solange Maia disse...

delícia de amor que chega, que modifica, que abastece...

beijo grande sua linda...

meus instantes e momentos disse...

que bom voltar aqui.
Tenha um ótimo dia...
Maurizio

Hana disse...

Que divino este poema, sempre que tenho uj tempinho venhoa aqui, voar, sonhar, viajar nas letras nas palavras nos sentimenotos! venha me visitar quando puder.
Com carinho Hana

ErikaH Azzevedo disse...

A relatividade de certos conceitos, certas coisas ou pessoas estão mais que perto..por estarem dentro.

bjos

Erikah