sábado, 6 de março de 2010

Anúncio

Quero um amor de dia-a-dia.
De rotina.
Sem roteiro.
Sem rodeio.
Quero um amor com direito à cinema de domingo.
Com brigas e reconciliações.
De paz.
De palavras sem precisar dizer.
Quero um amor de olhares comprometidos.
De mãos dadas.
De sono junto na cama.
E de pés firmes no chão.
Quero um amor de presente.
Que me dê um futuro.
Um anel no dedo anular.
E almoços em família.
Quero um amor de anúncio de televisão...

... mas este, vou colocar no jornal.



(Interessados mandar proposta em forma de poesia ou prosa, tanto faz. Porque é de extrema importancia que o candidato tenha alma de escritor. :) )

15 comentários:

Eduardo P.L disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Eduardo P.L disse...

Erica,

quem não quer um amor no presente que garanta o futuro?
Mas não deve,e não pode, estar explicito no anúncio.
Vai espantar pretendentes ...
srsrs
Lindo texto!

Fabiana Cavalcante disse...

Acho que todo mundo quer um amor, embora não se precise de um amor para ser feliz!
bjo!

Priscila Rôde disse...

Nossa, que lindo.
Vou salvá - lo comigo.

Que amor lindo esse! :)

ErikaH Azzevedo disse...

Tive a sorte de conseguir um Xará e já dura 15 aninhos quase e que possa durar toda uma vida...e nem foi preciso anuncios em jornal

Que Deus te presenteie igual..mereces .

Bjinhos flor

Erika

ErikaH Azzevedo disse...

Ahhhhhhhh...uma coisinha só...o meu não tem alma de escritor, mas passou no outros requisitos..hehe

Bjinhos mais...

David Sento-Sé disse...

Te daria sim cabocla um amor de noite-e-dia.
Amor de real fantasia, de tamanho desejar,
Um amor de paz, não tardia, amor de se acreditar.
Que quanto mais se avizinha mais dá vontade de amar.
Amor de falar baixinho,de se lembrar com carinho,
que bastaria um beijinho e estava aberto o amar.

Depois só fazer planos e sonhar sem desenganos,
sem temer males medonhos, a acreditar nos seus sonhos,
que sendo seus seriam um par.

De caminhar passo a passo, de longe sentir o abraço,
sem ter outra alma a ver, guardando só pra você,
meu peito pra te abrigar.

E seria sim cabocla de futuro assegurado,
o amor tão desejado de dizer sem nem falar,
a paixão realizada de quem quer quer realizar.
Que quanto mais se preenche há mais por se completar.
Amor de querer tudinho, de andar agarradinho,
que botaria um arinho no meu dedo anular.

Amor de televisão.
Amor etcétera e tal.
Amor de tanto tesão
que não se publica em jornal.

Me disse...

Sábio querer Érica!
bjos, ótimo domingo!!!

marinaCavalcante disse...

Inspiraram-se aí, hein? Rsrs
E com razão. Que texto bonito, moça!

Um dos melhores que já li por
aqui, viu? =]

E, olha que coincidência!
Ontem postei um texto que tem
por base esse mesmo querer
de um amor.

Nós vamos encontrar, Erica.
E, de preferência, com essas suas
recomendações, não é?
... Com alma de escritor! =D


Grande abraçooooo!

' Geane Melo disse...

Ehhh verdade...são tantos os anúncios,penso q daria p/ embrulhar o planeta Terra milhões de vzes seguidas,rsrsrs...o amor como sempre procurado,no entanto só aparece quando menos esperamos e se aparece vc corre o risco dele sair sem avisar ou ir ficando,ficando,tornando-se eterno...

= *

Hosana Lemos disse...

'Um anel no dedo anular.
E almoços em família.'

aahhh quem me dera!
*-*

Luna Sanchez disse...

Ah, que delícia, Erica!

Adorei a sinceridade e a sensibilidade do texto. O que tu quer, só o amor dá, mesmo.

Vai chover candidatos, tenho certeza! ^^

Beijos, dois.

ℓυηα

Ananda Urias disse...

Erica, quanto tempo. estava com saudades daqui.. lembrei de vc e vim visitar.

Também quero um amor desses, onde encontraremos? :/

Beijos

Anthony Dostoiévski disse...

vc quer, na verdade, um amor...real...
bjim e bom texto

Ferdi disse...

own :~
Te ofereceria um amor assim se me fosse possível.