segunda-feira, 1 de novembro de 2010

Super herói

Quando o amor falha, apego-me à memória. Ao tempo em que acreditávamos que, o que sentíamos era para sempre. E fazíamos promessas. E sorríamos só por nos gostar. Quando o amor falha, corro para as fotografias. E vejo de novo a minha mão sobre a tua e o teu olhar indo de encontro ao meu. Quando o amor falha, sim, porque ele falha, cubro-me de novas cores. Visto-me com novas poesias. E fico quietinha. Quando o amor falha, eu não falho. Não me permito...

... E descubro em mim um desejo de te amar mais.

20 comentários:

AC disse...

Erica,
O amor é mesmo assim, um sentimento que necessita ser cultivado, tratado, que requer constantemente a nossa atenção...

Beijo :)

Sandra... disse...

...Linhas para serem refletidas Erica...Àh o 'dito amor'!Um dia aprenderemos a respeitar e a zelar com a atenção necessária 'este amor'!
Uma excelente semana à você e aos seus!
Beijo e té+!

Bruno Fernando disse...

É o melhor a se fazer, as saudades doem, o ver a foto mas não a pessoa também machuca, da um aperto no coração então o que fazer a não ser deixar-se levar ao encanto da poesia, da música ou melhor e talvez mais correto caminho, deixar-se levar a um novo amor.

Betina. disse...

O amor é flaho assim como quem ama, mas devemos ser sempre os super herois da história, pra salvar esse sentimento tão assencial. Porque sem amor a vida seria um erro. Muito bom! Adorei.
Obrigada pelo elogio, fico feliz que tenhas gostado dos meus textos. Obrigada por seguir, aparecerei sempre por aqui.

João Lenjob disse...

Nossa!! Obrigado!! Peço por gentileza que visite http://castelodopoeta.blogspot.com que é um Castelo ornamentado de arte. De todas e hoje tem uma entrevista com uma das atrizes de ponta da capital mineira, a Lívia Gaudêncio.
Aguardo você lá. Beijo!!

João Lenjob.
Nova Paisagem
João Lenjob

Quero um sonho novo
E uma nova paisagem
Um novo tempo, instante
Uma outra forma de castidade
Eu quero ver o meu amor
Sentir seu silêncio, seu momento
Seus olhos, ver seus olhos
Sentir como serena o meu desejo
Como orvalho cai em seus anseios
Quero me apossar do chão
Conversar com a lua
Tocar no meu violão a sua melodia
De noite, de dia, respirar seu sonho
Seu sonho novo que eu quero
E uma nova paisagem.

VELOSO disse...

A fé não costuma falhar.. Lindo!

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Ericamiga

Essa sensação que de nós se apossa quando pensamos que o amor falha tem que se lhe diga. Tu, quando isso acontece, foges para as fotografias. Pode ser que tenhas razão, mas elas nõ nos tiram o sofrimento, se calhar atenuam-o. Não creio, mas deixo o benefício da dúvida...

E dizes, a finalizar, que Quando o amor falha, eu não falho. Não me permito.... Muitos parabéns! Consegues fazê-lo. E muito obrigado pelo texto insolente, perdão, excelente. Gosto (ainda...) de brincar com palavras, enganos e trocadilhos.

Amiga

Chego aqui por intermédio do nosso Amigo AC do INTERIORIDADES e estou muito satisfeito por te ter encontrado. O teu blogue é muito interessante, e bem escrito. O que, para mim, que sempre ganhei a vida a produzir prosa tão honesta quanto possível, (sou jornalista e dizem que também escritor, dizem…, e aos 69 anos não me sinto velho) é motivo acrescido de satisfação.

Espero que me retribuas a visita e deixes comentários na Minha Travessa. E, já agora, que te tornes minha (per)seguidora. Não é pedir muito… Obrigado

Qjs = queijinhos = beijinhos

NB – Peço-te desculpa por este comentário ser tão longo; mas tenho de referir que é um texto base, ainda que com algumas apreciações individuais e específicas. Infelizmente não sou dono do tempo, e a sê-lo seria uma chatice… Para que não haja dúvidas. Mas, é sincero.

cecilia disse...

Acho que quanto mais se ama nessa vida,mesmo com falhas,mais se quer amar.É um desejo constante,algo maior ainda.
Erica,amei o trecho do texto do Rubem Alves que vc citou no meu blog.Adoro os livros do Rubem Alves.
Beijo,boa semana

Priscila Rôde disse...

O post melhor que o outro!

Solange disse...

Erica....

você acaba de se tornar minha heroína.... porque quando o amor falha, você não falha... e isso é lindo, é forte, é difícil, é heróico........


beijo gigante

Henrique Miné disse...

aaah, sempre fico meio besta com isso aqui *-*

Rafael disse...

Ah, você escreve muito bem mesmo!
Bjs

Ágatha Alves disse...

Que lindo flor,
pq quando o amor falha, não devemos falhar, devemos amar ainda mais.
Lindo de mais
Beijão linda

Luna Sanchez disse...

"Quando o amor falha..." eu suspiro mais. Sempre.

Beijos, flor.

ℓυηα

Priscy Little disse...

Quando o amor falha, nao recorro as fotografias, tenho medo. Nao sou super heroi, preciso de um.

m disse...

Se reinventar é tão bom...

Naná disse...

very beautiful.

ErikaH Azzevedo disse...

O amar é um sentir que persistir em existir né, que se cultiva mesmo que em terreno quase seco e arenoso, o amor tem a mania do querer fertilizar....e do jamais desistir.

Bjinhos

Erikah

ErikaH Azzevedo disse...

Ericota,
recebi um texto teu por recado no orkut e o publiquei em um outro blog meu...dei link l´ao teu , viu! só pra te avisar...se quiser se ver lá é o http://adocecompalavras.blogspot.com/

bjos nocê

Erikah

Erica Ferro disse...

No meu entender, o amor nunca falha. Nós é que o estragamos. =/

Beijo.
Teus textos contém uma dose exata de doçura que sempre nos emociona.