terça-feira, 9 de fevereiro de 2010

Sexo Frágil

Sou de Marte, o planeta vermelho. Protegido por Jorge. O 'são'. Que é lelé-da-cuca. E me empresta o dragão, sempre que for preciso. E é, toda vez que caio. Carrego bem as minhas cicatrizes. Sou guerreira, já diz a minha tatuagem...

... mas ainda adoro receber flores*, como toda retirante de Vênus.

(*flores, bombons e telefonemas de boa noite)

13 comentários:

Mais um imundo no mundo impuro. disse...

Adoro quando as palavras brincam.

Eu vivo de cometa a cometa, principe de mim mesmo que tem como saga visitar planetas... (e mania constante de tentar rimar...)

;)

Abraços!

Nana disse...

ola, adorei o seu blog e te convido a conhecer o meu tb!!!

bjoo
boa semana pra vc!!!

Ferdi disse...

Ai, como você é fofa, gente.
Seus textos são tão leves e queridos :)

Anthony Dostoiévski disse...

É sempre bom né?
Até alguns retirantes de marte gostam de um telefonema de boa noite...
bjim e bom texto

Renato Hemesath disse...

oi Érica!
Ah, consegui reservar um tempo para dar conta dos intentos do blog e afins.
Sobre o que havia dito. . . nossa, autores como Lacan são capazes de nos provocar raiva mesmo. O encontro com o desejo humano sempre é capaz de potencializar isso né? dificilmente advém sem doloridas marcas.

Sobre teu post, parece paradoxal não é? ser guerreira e adorar flores (o que denota sensibilidade)... estas questões do gênero são sempre interessantes. É válido quando conseguimos olhar nossos dias como oportunidades para guerrearmos frente aquilo que elaboradamente sonhamos.

Bjos, fica bem.

' Geane Melo disse...

Amei o textinho,muito fofo *.*
Não há quem não derreta com gestos românticos...

David Sento-Sé disse...

Na mão à lança e enquanto balança o sim e não se faz anjo ou dragão, se faz metade. A cada metade se contradiz e como se diz, feliz, ama a própria cicatriz.
Rasgo marcado à pele de tantos amores, dada e sem senhores, se entrega vã, sabor em flores.
Mal sabe a fugida da terra mãe que se faz sem dor no próprio açoite, assim por terminar-lhe então, beijo, de boa noite.

. disse...

O tal sexo forte que sempre anda muito frágil!

ler-te!

Beijos!

Felicidade Clandestina. disse...

Lindo lindo flor *-*

escreves mui lindo!!

Me disse...

Guerreira sempre, frágil só nos momentos especiais!...
bjos, ótima noite!

Angélica Lins disse...

Deixei o acesso ao meu blog apenas à leitores convidados. Gostaria de lhe enviar um convite. Envie seu email do blog para o meu: angelica3292@gmail.com.

Aguardo retorno!
Abraço

Erica Ferro disse...

Ai, Erica... Você nos encanta! *-*

ErikaH Azzevedo disse...

Uma guerreira de sensibilidades....assim q temos q ser.

bjinhos

Erika