quinta-feira, 25 de fevereiro de 2010

Emílio

Eu inventei você. Usei o meu melhor papel para lhe desenhar. E peguei a minha caneta tinteiro para lhe escrever. No intuito que as minhas linhas se transformassem em um texto de Monteiro Lobato, aí você teria vida. E eu teria nós. Porém, não escrevo certo (nem por linhas certas). E você tem vontade própria, muito além da minha projeção e do meu desejo. E sei bem que você não é rascunho. Não é rabisco. Não é boneco de pano, Emílio...


...mas soube fazer retalhos o meu coração.


(Projeção é uma droga. Uma chatice que sempre se repete. E atirem o primeiro lenço de papel quem nunca fez projeção em alguém. Só para deixar claro: Amo o Freud e sua psicanálise bacana que não me impedem de 'transferir'.)

15 comentários:

Natalia Araújo disse...

Ahhh... quem não inventa essas coisas, né?
Cria algo na mente... cria uma pessoa na mente e ela é outra.
Decepções surgem...

Belo post.
Bjão..

Ma.chine disse...

Todos...
Todos se projetam...
Sem excessoes.. faz parte de ser humano..

Amei teu post.
Beijo

. disse...

É, não é fácil se encontrar com o coração partido... ou em "retalhos".
Mas é assim, passam um, dois, três amores... mas o coração, este sempre fica!

Beijos Érica!

Anthony Dostoiévski disse...

Quem nunca retalhou o coração de ninguém né?

Belo texto
Bjim

ErikaH Azzevedo disse...

Parafraseio uma frase do caio que diz ..È tão dificil ser tecelão de inventos cotidianos... e pergunto, será que a nossa tão famosa boneca saiu como a tia nastácia inicialmente idealizou?

É minha querida , essa vida é tecida em fios de contrariedade, basta termos maior flexibilidade pra saber adequar o melhor modo de tear...hehehe

Sabe , adoro o jeito que escreves..

Um beijo

Erikah

ErikaH Azzevedo disse...

Ericota(é como algumas amigas me chamam..rsrsrs)

tem como vc configurar um email teu pra receber todos os comentários que fazem nos teus posts antigos ou recentes..será q tu sabes disso? utilizas esse recurso? Qualquer coisa me diz que te ensiino ok!

Bjos

Erika

changeandbreakaway disse...

que lindo esse texto! você escreve muuuito bem mesmo!
é horrível quando a gente projeta algo em algupem, e infelizmente não depende só de nós pra essa projeção sair da nossa mente e vir pra nossa realidade.

Mikaele Tavares disse...

E é tão bom inventar coisas que podemos criar, o problema é quando não podemos criar algo que já existe.

Beijos

LLacerda disse...

Foi o jeito mais lindo que já ouvi alguém falar sobre idealização!

LLacerda disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
marinaCavalcante disse...

E eu, Erica, gostaria de jogar
idéias, assim, tal qual você.
Em texto, em prosa, em fala.
Nem conheço sua voz, mas imagino
você lendo seus textos, quando os leio.

=] Abraços e abraços, querida!

Felicidade Clandestina. disse...

escreves de modo singular e lindo , ja havia dito ? se ja,valhe ressaltar sempre <3 Beijos doces flor

Ferdi disse...

Projeção é o único motivo de sofrimento em amores :/

Eu connheço um Emílio que é o Emílio perfeito.

Luna Sanchez disse...

Ô, Emílio, pra que fazer isso?! ¬¬

Rs

Projeção é uma praga, um castigo, um horror, certeza de sofrimento, além de ser um peso para o alvo, né?

=*

ℓυηα

Fernanda disse...

As descepções começam ai,quando começamos a imaginanr algo que nunca foi,mas sabe que elas valem a pena,mentiras sinceram me agradam...