quinta-feira, 23 de junho de 2011

Quem é você?

O que eu sei de você? Além do que imaginei? Nossa história de amor tem duas versões. E visões diferentes sobre o que é certo ou errado. Quem é você que ainda se esconde de mim? O que existe por trás desta máscara? Porque não se entrega? Se fui tão fiel, transparente...


... e agora estou perdida neste labirinto sem luz.

10 comentários:

As Flores e Eu disse...

Tão cheio de sentimentos.

Thaís Miranda disse...

Oi!! Venho sempre visitar e na correria nunca deixo recado... Pois bem, a gente sempre vai além. Quando somos demais, cobramos demais. As pessoas são diferentes e quase sempre não se doam tanto quanto gostaríamos... Sabe que eu descobri que quando a gente se perde, a gente também tem uma maior probabilidade de se encontrar... E quando a gente perde, a gente também ganha... :)

AC disse...

Erica,
Os labirintos têm sempre saída.
Lindo!

Beijo :)

Me disse...

mas sabe, o escuro também tem seus encantos...
bjos érica, saudade daqui!

M disse...

Eis uma pergunta que me faço sempre!

Sixx disse...

Relacionamentos tem um caráter preocupante, iluminar demais pode nos levar a cegueira
:(
E quem é você? De que adianta perguntar se não se pode ver...

Amei seu blog
bjk

Luna Sanchez disse...

Sensação desoladora essa.

=*

Ana Andreolli disse...

assim como gosto de saber oq tenho nas mãos, gosto de saber tudo, de quem me tem nas mãos.

Késia Maximiano disse...

As portas sempre se abrem. Hora ou outra as coisas começam a acontecer.
Beijos

Paulinha disse...

Pergunta difícil...
Mas tudo tem sua zona de luz e sombra, afinal, a própria luz produz sombras...
Não sei o que é mais difícil: perguntar ao outro ou perguntar a si mesmo, diante do espelho...
bjs