terça-feira, 6 de julho de 2010

Porque me fascina?

Neruda sempre me encontra ao acaso, como se um caso tivéssemos. E me fala de um amor com suas palavras doces que me perco por horas. E meus olhos,logo,transformam-se em um lago à procura de uma lua para refletir.


Te amo de uma maneira inexplicável,
De uma forma inconfessável
De modo contraditório
Te amo, com meus estados de ânimo que são muitos
E mudam de humor continuadamente, pelo que você já sabe
o tempo
a vida
a morte
Te amo, com o mundo que não entendo
Com as pessoas que não compreendem
Com a ambivalência de minha alma
Com a incoerência dos meus atos
Com a fatalidade do destino
Com a conspiração do desejo
Com a ambiguidade dos fatos
Ainda quando não te amo,te amo
Até quando te engano, não te engano
No fundo levo a cabo um plano
Para amar-te melhor.
Te amo, sem refletir,
inconscientemente,
irresponsavelmente,
espontâneamente,
involutariamente,
por instinto,
por impulso,
irracionalmente.
De fato, não tenho argumentos lógicos
Nem sequer improvisados para fundamentar este amor
que sinto por ti.
Que surgiu misteriosamente do nada
e que milagrosamente,
pouco a pouco, com pouco e nada,
MELHOROU O PIOR DE MIM.


(Como não amar o Neruda. Explique-me, se conseguir...)

16 comentários:

Penelope... disse...

Não consigo!

Tatiane Trajano disse...

NÃO consigo!²

Priscila Rôde disse...

Como não amar?


Um beijo no seu coração Erica e obrigada pela visita iluminada de sempre!

Luna Sanchez disse...

Não consigo!³

Rs

Olha isso, que lindeza!

=)

Beijos, flor!

ℓυηα

Renato Hemesath disse...

Oi Érica!
Ah que versos lindos que você colocou na postagem. Claro que serei sincero que é MUITO raro eu ler poemas e assuntos correlativos que falem de amor (ham), mas há escritores que nos faz entender de outro modo: não se trata do amor em si, mas na linguagem que é possível ser articulada a partir do que acredita-se compreender do sentimento que o move.

Nem preciso dizer que adoro teus pontos de vista a respeito das análises que escrevo. :)

Ótima semana,
Bjs!

Mulher na Polícia disse...

Oi minha linda!

Pelo seu jeito eu já sabia que tava rolando alguma coisa entre você e um certo alguém.

É esse seu jeito de palavriar em suspiros que te entrega, tinha que ter mesmo gente de peso e estilo a te influenciar.

Bom gosto.

Beijinho!

Gisa disse...

Saudadeeeeeeeeeesssssss

Kenia Cris disse...

Impossível não amar um homem que exala tanto amor. Neruda devia ser um conquistador, você não acha?!

Beijoca Erica!

Ágatha Alves disse...

nossa como n amar Neruda, tbm n sei
ela é simplesmente apaixonante
e esse texto então...
lindo de mais

beijos

Anthony Dostoiévski disse...

Porque é simplesmente Neruda...

Tahiana Andrade disse...

Neruda nunca foi o meu preferido mas, aprendi a gostar dele de um tempo pra cá!

Beijos

Em@ disse...

Erica,
nem sequer ponho a hipótese de não amar...

beijo

Celso Andrade disse...

Ai de mim pobre mortal se não fosse os versos, os poetas...

O Neruda!

marinaCavalcante disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
marinaCavalcante disse...

Estas linhas são dele?


Lindíssimas!!! Estou encantada.

"No fundo levo a cabo um plano
Para amar-te melhor."

Uau!

Cris de Souza disse...

Esse mistério é vital...