domingo, 19 de dezembro de 2010

Porque o céu é azul?

Para onde vão as palavras quando elas somem?
Em qual labirinto se escondem?
Ou por desamor só fogem de mim?

Voltem! Voltem!

Estou me afogando em silêncio.

13 comentários:

Evandro Oliveira disse...

Obrigado pela visita.
Gosto muito do seu blog e adorei esta portagem...que bela reflexão, afinal para onde vão mesmo as palavras? Acho que elas jamais se perdem, afinal há um lugarzinho no escanhinho da alma.

Abraços e volte sempre.

http://sabordaletra.blogspot.com/

AC disse...

As palavras nem sempre estão disponíveis, requerem um tempo próprio para se manifestarem. Curiosamente, somos nós que temos a chave.

Beijo :)

' Geane Melo disse...

A minha internet resolveu me deixar na mão e por esse motivo faz um tempo q n aprecio seus escritos,mas agora posso voltar a ler o q escreve.É incrível como msm com poucas palavras vc consegue dar esse toque a mais,deixar o seu recado: as palavras podem se esconder,entretanto sempre existe uma forma de encontrar umas poucas e boas e q serão satisfatórias ; )
Beijos!

Priscila Rôde disse...

Descansam nos sonhos...

mas voltam!



Aguarde! rs

Suzi C. Lima disse...

Por isso o texto curto? por que as palvras fugiram?

A terceira parte do conto já foi publicada, confira:
http://emyhouse.blogspot.com/2010/12/ferias-interrompidas-3-parte.html

Pérola Anjos disse...

Ficam em um lugarzinho secreto, aguardando os outros olhos se abrirem, os arrepios brotarem.

Estão aí dentro.

Beijos, flor!

Luna Sanchez disse...

As palavras tiram folga e são substituídas pelos suspiros, suponho.

=)

Beijo, beijo.

ℓυηα

Colecionadora de Silêncios disse...

Ah! Minha amiga poetisa, eu sei bem o que é se afogar em silêncios... rs

Mas eu até que gosto... nem sempre, mas gosto.
O seu poema é lindo! Beijos, Flor!

E aproveito tb para desejar a vc um Natal cheio de paz e alegria junto aos seus. ;)

Ana disse...

Quando sem palavras quis tanto expor e soletrá-las que o silêncio torna alma ávida em pensamentos, então suspiros precedem a fala.

Ágatha Alves disse...

As vezes, quando isso me acontece, eu me sinto tão confusa e não sei onde procura-las, então apenas sento e tento entender algumas coisas, e então elas voltam, as vezes elas somem para fazer com que fiquemos em silencio em alguns minutos, para entendermos a nós mesmos, nossos sentimentos.

Beijão querida!

Eu, Thiago Assis disse...

todo amante das palavras se vê abandonado por elas em algum período da vida.. é o jeito delas de conquistarem mais o seu submisso..


www.euthiagoassis.blogspot.com

cecilia disse...

Erica,seus textos sempre faz um bem danado...suas perguntas me lembrou tantas outras perguntas sem respostas.
As vezes é bom ficar no silêncio,mas só as vezes.Não deixe que o silêncio te sufoque.
Beijo

Aline disse...

Nas entrelinhas é que vemos a beleza do silêncio... é o que nos conforta quando as palavras fogem...
bjoca.