segunda-feira, 16 de junho de 2014

Esquinas

Tenho tanto medo de lhe perder que às vezes ensaio a sua despedida.
Nunca vá, mesmo em sonho, é o que eu sempre tento lhe dizer
E não consigo
E por isto fico presa por mais cinco segundos em seu abraço
Para que o seu perfume fique em meu corpo
Para que você sinta o meu coração e entenda
Que eu tento tanto medo de lhe perder
Que às vezes, eu lhe machuco...

... só para não me machucar!





4 comentários:

Allyne Araújo disse...

O medo é uma coisa engraçada, principalmente quando esta ligado a amor. Puxa, faz tempo q não ando aqui.. Bom voltar! bjosss

M. Borges disse...

O medo faz a gente se comportar de uma forma estranha, nos coloca sempre na defensiva e as vezes nos impede de nos entregarmos ao que sentimos de uma forma mais intensa. Acabando nos auto-sabotando.

Eu adorei o seu texto, a escolha das palavras e todo significado, os sentimentos impregnados nas palavras, muito bonito.

Beijos.
eraoutravezamor.blogspot.com
semprovas.blogspot.com

S disse...

O medo é o que nós prende, do que é feito esse nó?
Gostei muito,beijos

Felicidade Clandestina. disse...

Criamos sem querer esse mecanismo de defesa, sem querer machucar acabamos o fazendo, mas isso tudo são aprendizados, tudo nos soma quando somos grandes por dentro. O amor é ensinar e aprender, a vida tambem, ela toda é amor.