quinta-feira, 2 de janeiro de 2014

Retrato Calado #1

Carrego as minhas dores pelo mundo.
O sinal da esperança já fechou há muito tempo, mas eu o ultrapasso assim mesmo, sem ver.
Vou andando sem olhar para frente.
Não sei o que me aguarda.
Só miro o chão.
Só miro o chão...

... ele me lembra que ainda estou de pé.

#foto: Erica Vittorazzi

3 comentários:

Jéssica Monalisa disse...

É bom, as vezes, caminhar sem destino certo. Feliz ano novo pra você.

M. Borges disse...

Seria bom se vez ou outra pudéssemos jogar fora essas dores que carregamos e abrir mais espaço pro que vier, mas não é tão simples assim.

Beijos, Erica.

Rafael Castellar das Neves disse...

Boa!! Sempre melhor estar em pé, mesmo que mancando, do que estar caído no canto da estrada...

[]s