quinta-feira, 4 de outubro de 2012

Check Out

O seu amor fez as malas e partiu. Não escreveu nenhum pedido de desculpas, muito menos uma carta de adeus. Deixou as interrogações e uma camiseta velha. Corri atrás,juro Mas ele já tinha virado a esquina. Quis gritar... mas a minha voz não saiu. (Você foi embora amor, e só me sobrou o silêncio)

6 comentários:

Henrique Miné disse...

foi comprar cigarros...

Ana disse...

Coisa linda de se ler!

Mikaele Tavares disse...

Belo texto. O silêncio destrói, corrói.

Mikaele Tavares disse...

O silêncio destrói, corrói. Belo texto.

Felicidade Clandestina. disse...

Ai esses silêncios em que habitamos, que gritam mais alto do que mil vozes juntas...

Ana Andreolli disse...

Que lindo lindo lindo