domingo, 18 de dezembro de 2011

Me muero

E a vida esvazia-se de mim, lentamente, pouco a pouco à cada expiração. Eu, já de olhos fechados,olho-me por dentro. E vejo os meus sonhos, só sonhados por mim. Não a dois. Adeus. É possível sim, morrer de amor...


...me muero!

4 comentários:

Nara disse...

Sonhar sozinha é morrer em parte.

Beijo

Solange Maia disse...

ando querendo é nascer de amores...
ah...
linda Erica...

beijo carinhoso


Ah... o Eucaliptos Na Janela voltou...
www.eucaliptosnajanela.blogspot.com
te espero por lá !

www.bebelaemcontagotas.blogspot.com
Bebela voltou também...

Jéssica Costa disse...

Morrer de amor é possível e doloroso. Belo texto!

Mais um imundo no mundo impuro. disse...

Do amor nascemos e vivemos. Morremos é pela falta de amor.

Mas de qualquer forma, a vida também esvazia-se de mim...

Abraços Imundos.